Perguntas Frequentes

Como faço para participar de licitações?

- O cadastro de fornecedores para qualquer órgão do Governo do Estado é realizado por meio do site:  http://www.compras.es.gov.br. E para participar de licitações realizadas pela Semobi, é preciso seguir todos os critérios contidos no edital de interesse. Todos os editais das licitações são publicados no Diário Oficial do Estado e podem ser acessados pelo site da Setop (www.semobi.es.gov.br) ou solicitados à Comissão Permanente de Licitação (CPL). O contato com a CPL pode ser realizado via e-mail  cpl@semobi.es.gov.br ou pelo telefone (27) 3636-9635.

 

A Semobi top tem projetos para viabilizar o fluxo na terceira ponte?

Sim. A capacidade da ponte será ampliada, com a inclusão de mais uma faixa por sentido.  A pista será alargada com a retirada da mediana central e alterações no guarda corpo lateral. O projeto prevê ainda a instalação de uma barreira de proteção para impedir que pessoas atentem contra a própria vida se lançando de cima da terceira ponte. Essa estrutura será anexada e contará, além da proteção, e uma pista de ciclovia, com pavimento asfáltico de 3 m de largura. A estrutura da ciclovia terá um alargamento no vão central que funcionará como uma espécie de mirante.

 

Existem projetos para a volta do Aquaviário?

O sistema aquaviário operou na Grande Vitória até a década de 90, quando foi desativado. Compromisso de Governo, a volta da operação do modal é uma das prioridades da Secretaria de Estado de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi). O novo sistema deve entrar em operação ainda em 2021, com quatro estações, e será integrado ao sistema de transporte coletivo (Transcol).

 

Além da Terceira Ponte, quais obras estão sendo priorizadas?

- Ampliação da BR 101, entre o viaduto da Vale e a descida do Aeroporto de Vitória, onde será implantada uma passagem subterrânea de veículos para acesso à Avenida João Palácio, eliminando o cruzamento com semáforo. 

- Intervenções viárias no Portal do Príncipe para eliminar a retenção de tráfego na região da Ilha do Príncipe/Vila Rubim, com o objetivo de solucionar um dos maiores gargalos do trânsito da Região Metropolitana.

 

 

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard